11 de dezembro de 2009


















O Amor Verdadeiro

Não se conforma com brigas.

Diante dos desentendimentos e das intrigas, se retrai e chora.
Condena a indiferença, a mágoa e o rancor.

Tudo que é nocivo deplora.
É inimigo da dor!
Nele estão contidos os mais puros sentimentos,
Sua construção começa por dentro,
Como fruto de nossas palavras, nossos atos, nossa ação!
Tem como aliados o respeito e a confiança,
Como companheira a esperança,
Está sempre presente onde há entendimento.
O verdadeiro amor nasce e cresce a partir do coração!

(Walter Pereira Pimentel)

AddThis Social Bookmark Button


0 comentários: to “

 

Design by Amanda @ Blogger Buster