17 de dezembro de 2009






















AS ROSAS

E assim tudo começa.
As rosas vêm ao mundo, crescem e surgem as rosas.
Rosas que espinham rosas que dilaceram e enlouquecem os corações.
Rosas que definham que se entristecem e até desaparecem
Por um amor que nem bem começa ou que surge, mas não fica.
Rosas que perfumam o universo,

Em meios aos raios de tantos sóis que, assim,
Assim, espalham-se ora fugazmente,

Ora suavemente, no seio de tantos jardins.
São tantas as rosas,
São tantas as vezes que me embriago de rosas,

Que não resisto a uma rosa.
São tantas as rosas...

(José Valdir Pereira)


AddThis Social Bookmark Button


0 comentários: to “

 

Design by Amanda @ Blogger Buster